ADAB rende homenagens ao inesquecível João Carlos de Oliveira

A ADAB rende homenagens ao inesquecível João Carlos de Oliveira, João do Pulo, que neste dia 28 estaria completando 66 anos. Órfão de mãe, começou a trabalhar aos sete anos de idade, como lavador de carros. Em 1973, treinado pelo então professor da USP Pedro Henrique de Toledo, o Pedrão, quebrou o recorde mundial junior de salto triplo no Campeonato Sul-Americano de Atletismo com a marca de 14,75 m. Em 1975, já como atleta adulto nos Jogos Pan-Americanos da Cidade do México, o cabo do Exército Brasileiro conquistou a medalha de ouro no salto em distância com a marca de 8,19 m e, em 15 de outubro, também a medalha de ouro no salto triplo, com a incrível marca de 17,89 m, quebrando o recorde mundial desta modalidade em 45 cm, e que pertencia ao soviético Viktor Saneyev.
Era o favorito à medalha de ouro no salto triplo nos Olimpíada de Montreal mas, convalescendo de uma cirurgia na barriga, saltou apenas 16,90 m e foi superado por Saneyev (17,29 m) e pelo norte-americano James Butts (17,18 m), ficando com a medalha de bronze. Além disso, foi quarto colocado no salto em distância. Nos Jogos Pan-americanos de Porto Rico, tornou-se bicampeão tanto do salto triplo como do salto em distância, acumulando um tetracampeonato pan-americano em duas provas.
Neste último, derrotou ninguém menos que o futuro tetracampeão olímpico da prova, Carl Lewis.
Valeu João do Pulo!!!

Deixe um comentário

Parceiros