Feliz Aniversário Leonardo Placucci Filho

Leonardo Placucci Filho nasceu em 18 de setembro de 1961, na cidade de São Paulo. Filho de professores, o jovem logo cedo teve contato com o esporte e a educação, mal sabia que futuramente seu nome estaria marcado na história do desporto universitário.
Tudo começou em 1958, quando seu pai, educador Leonardo Placucci, assumiu a direção de uma pequena escola na Zona Norte da Capital Paulista, mais precisamente no bairro de Santana. Um apaixonado pelo esporte, Leonardo implementou um esquema de bolsas de estudos para atletas, a fim de incentivar os jovens a prática de exercício.
O plano deu certo e logo as primeiras equipes começaram a ser formadas. O atletismo, esporte que mais atraiu estudantes, realizava seus treinos no clube Espéria e tinha grandes resultados. Em provas de rua na capital, o time era presença confirmada.
Anos se passaram, a iniciativa de Leonardo estava grandiosa, e foi na década de 1970 que a pequena escola tornou-se uma universidade: A Faculdade de administração e ciências econômicas Santana”.
Não demorou muito para que a primeira atlética da instituição fosse formada, e seguindo os planos de Leonardo, passou a fornecer bolsas de estudo para alunos-atletas, tornando-se muito provavelmente a precursora desse esquema no Brasil.
Leonardo Filho cresceu nesse ambiente, sempre muito prestativo o jovem logo se interessou pelas ideias do pai e decidiu trilhar seu caminho através do desporto universitário.
Com apenas 16 anos, o adolescente foi convidado a acompanhar a equipe de futebol de campo a uma viagem para o Paraguai e assim fez, viajando pela primeira vez para o exterior. Nesse momento a vida de Leonardo Filho teve um insight e ele começou a se interessar e entender melhor sobre gestão e organização de eventos esportivos, sem pestanejar, o garoto se apaixonou.
Com o seu objetivo de vida traçado, outras viagens dentro do Brasil e com outras modalidades passaram a acontecer, cada vez mais a paixão pela gestão e pelo esporte se fixava na vida do jovem menino.
Três anos após a ida ao Paraguai, era a hora de desbravar a Europa, e junto com o futebol de campo novamente, Léo viajou para Dinamarca, Alemanha, Noruega e para a antiga União Soviética.
Nas palavras do próprio Leonardo “Foi um intercâmbio esportivo, cultural e também muito marcante pelo fato de uma instituição de ensino superior brasileira ter conseguido atravessar a cortina de ferro Soviética”
Como já podíamos imaginar, seguiu sua carreira universitária na própria Sant’Anna, sendo assim assumiu a atlética da faculdade e comandou por alguns anos. Nesse meio tempo, o atletismo da universidade Sant’Anna, que já era reconhecido no meio estudantil, acabou se tornando o carro chefe e legitimado mundialmente.
Em 1988, Leonardo e alguns desportistas da faculdade, foram convidados para uma competição em solo argentino, porém não era universitário. A província que recebeu os brasileiros foi Santa Fé. Além dos portenhos, havia paraguaios, uruguaios e chilenos, mesmo assim a delegação brasileira levou a melhor, se consagrou campeã e logo recebeu um segundo convite para retornar no ano seguinte.
A parceria Brasil-Argentina durou por 4 anos seguidos, até que surgiu uma idéia: O campeonato ser realizado no Brasil. Leonardo abraçou a ideia e logo começou a trabalhar em cima da hipótese. Após muito discutir e pensar juntamente com seu pai e com João Alberto Souza, um professor da instituição, ficou decidido que o torneio aconteceria e faria uma justa homenagem a Adhemar Ferreira da Silva, atleta bicampeão olímpico de atletismo brasileiro.
Para formalizar, Leonardo Filho entrou em contato direto com Adhemar, que de imediato deu seu aval e ali surgia uma grande parceria entre o desportista olímpico e a Uni Sant’Anna. Em 1992 aconteceu o primeiro Troféu Adhemar Ferreira da Silva.
A união deu tão certo que em 1996, o atleta bicampeão foi convidado para ser coordenador de esportes da Universidade, nesse cargo implementou diversas modificações no programa de bolsas de estudos, mudanças nas quais estão em funcionamento até os dias atuais e beneficiam diversos alunos que querem estudar e ao mesmo tempo sair do sedentarismo.
Sobre a vida? Leonardo é extremamente grato: “Atuei em um projeto que iniciou em 1958 e dá bons frutos até hoje, sou muito grato por isso” e completa “O esporte além de tudo, me deu oportunidade de fazer grandes amizades e eu costumo dizer que as relações feitas no meio desportivo e educacional, são amizades diferenciadas, muito mais sólidas e verdadeiras”.
No dia 20 de março de 2019, Leonardo Placucci Filho recebeu uma comenda do desporto universitário brasileiro, pela CBDU (Confederação Brasileira do Desporto Universitário) por toda sua trajetória no esporte.
Após sofrer um derrame de tronco em 2012, Leonardo Placucci Filho voltou a assistir uma competição de Atletismo em 2018 como convidado de honra para prestigiar o Troféu Brasil CAIXA de Atletismo, o mesmo ocorrendo em 2019 e ela já confirmou presença na edição de 2020.
Fonte: (CBDU)

Deixe um comentário

Parceiros